sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Grrrr!

Ontem, ao fim da tarde, entrou, na paragem onde eu costumo apanhar o autocarro de volta a casa, uma senhora acompanhada pelos seus três filhos. Dois meninos gémeos - que deviam ter a idade do meu David - e mais um outro, um pouco mais velho.

Pois ninguém se levantou (o autocarro ia cheio) para dar lugar, ao menos, aos pequeninos.

Numa travagem, um dos gémeos caiu. Ajudei a mãe a levantá-lo e só foi aí que duas pessoas se levantaram para ceder o seu lugar às crianças e à mãe. O menino mais velho sentou-se num banco e a mãe noutro, com os gémeos ao colo.

As matrafonas que iam de traseiro pegado ao banco reservado nem um pio, fingiram não ser nada com elas! Deu-me cá uma raiva! Só me deu vontade de chegar ao pé daquelas pitas, dar-lhes um valente pontapé no ás-de-copas e pô-las a andar mais o raio dos telemóveis e das sms!

Estas situações são recorrentes: quando eu estava grávida tinha de pedir, por favor, para me darem lugar num transporte público ou na fila do supermercado. Pode uma coisa destas????!!! Será que as pessoas que se metem em filas prioritárias, ou estão em lugares reservados, têm noção do que as pessoas com dificuldades passam???

Mais do que dinheiro, este país precisa urgentemente de valores cívicos! Haverá uma TROIKA que, em vez de dinheiro, dê na MONA aa alguns portugueses????!!!

4 comentários:

  1. Há muita falta de civismo e de educação...lá está, há coisas que não se compram ;)

    ResponderEliminar
  2. Concordo contigo que as mentalidades têm de mudar! E muito! Mas não gostava nada de uma TROIKA à perna para as brigar...

    Bom Carnaval para ti!

    ps - o que é que aconteceu com a tua lista de seguidores? Desapareci...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teté, de vez em quando o blogger passa-se.

      Eliminar
  3. Acho que o teu último parágrafo diz tudo. Tudo se resume à (falta de) educação.

    ResponderEliminar