quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Hoje estou de coração apertado

Sinto que o meu pai não tem andado bem.


Ele é um guerreiro, já enfrentou um cancro do colón, foi operado e tratou-se com quimioterapia. Foram tempos difíceis, que acompanhei de muito perto. Apesar de ter feito o tratamento em casa, com comprimidos, a verdade é que me custava vê-lo tentar aguentar os primeiros tempos para depois começar com vómitos terríveis e uma fraqueza de meter dó.


Ele bem que tem andado, claro, em consultas de acompanhamento, mas...pelo exemplo da minha falecida mãe, sempre achei que esta doença, a oncológica, é altamente traiçoeira. E eu tenho medo. Porque o da minha mãe também não era agressivo por aí além, parecia tudo encaminhar-se e, em dois anos, muito penosos, ela acabou por não resistir.


Hoje, ele vai fazer uma endoscopia.


Rezo para que esteja tudo bem com ele.

4 comentários:

  1. Ana, muita força e coragem.
    Os meus 2 pais passaram também por quimioterapias. Sei bem o que custa.
    Tem fé, Deus há-de ajudá-lo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há-de correr tudo bem. Pensamento positivo!
      Força!
      Bjs

      Eliminar
  2. Que esteja tdo bem com ele!
    Beijos da Taís.

    ResponderEliminar